terça-feira, 9 de agosto de 2011

Canindé - CE: Policial Militar da corporação de Assu - RN é espancado

Soldado João Paulo foi socorrido em estado grave, após ser agredido por seis homens.

PM João Paulo Oliveira de Moura, que trabalha para a PMRN em Assu-RN

Por volta das 15h00min de domingo, 07/08, a Polícia Militar de Canindé recebeu informações acerca de uma ocorrência na localidade de São Serafim, Zona Rural de Canindé, onde teve como vítima o SD PM João Paulo Oliveira de Moura, 30 anos, natural de Canindé-CE, residente no Estado do Rio Grande do Norte-RN, o qual pertence aos quadros da PMRN e trabalha na cidade de Assu-RN. 

A polícia dirigiu-se para a localidade de São Serafim, onde encontraram a Sra. Jucilva Oliveira Moura, irmã da vítima, a qual informou-lhes que seu irmão por volta das 02h00min de domingo, 07/08, se encontrava de folga em uma vaquejada juntamente com seis indivíduos, os quais ao perceberem que o PM estava armado, resolveram tomar-lhe a arma. Usando de violência, os indivíduos dominaram o PM, tomaram-lhe a arma e saíram o arrastando por uma estrada carroçável. Uma pessoa avisou que a vítima era PM e neste momento um indivíduo conhecido por “Diogo” desferiu-lhe uma paulada na cabeça da vítima fazendo com que este desmaiasse. Depois de agredir a vítima, os indivíduos embarcaram num veículo FORD F 4000, placas não anotadas e seguiram em direção a CE 257, com destino a Canindé.

O PM João Paulo foi socorrido por populares e levado ao Hospital São Francisco, em Canindé, e em seguida transferido ao IJF/CENTRO, em Fortaleza, onde se encontra internado em estado grave. 

Os envolvidos na ocorrência já foram identificados pela polícia. São eles: “Osvaldinho”, ex-presidiário, que responde por homicídio e seus dois cunhados conhecidos por “Diogo" e “Teo”; e também os indivíduos conhecidos como “Coloral”, “Rodolfo” e o “Filho do Zé Preto”. "Osvaldinho” ao se evadir do local levou consigo, mediante roubo, o revólver cal. 38 de propriedade da vítima, efetuando dois disparos para o chão e um para cima. A polícia ainda não sabe o paradeiro dos agressores.
Portalcaninde 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário